O Centro de Desenvolvimento e Tecnologia da Ford Brasil, localizado no Cimatec Park, em Camaçari, ganhou 500 novos postos de trabalho nos últimos meses. O anúncio foi feito nesta terça-feira (24) pelo presidente da Ford América do Sul, Daniel Justo. Com o incremento, o time de engenharia da Ford na Bahia chega a 1.500 pessoas.

A área de engenharia foi a única, em Camaçari, que resistiu ao fim da produção de veículos da Ford no Brasil. De acordo com Justo, a equipe baiana tem papel estratégico na engenharia global da Ford, exportando projetos e conhecimento para outros mercados.

“Temos muito orgulho da atuação estratégica que o time brasileiro está desempenhando no futuro da mobilidade diretamente aqui da Bahia, exportando projetos e conhecimento para outros mercados”, disse Daniel Justo. “Com essa ampliação, nosso centro de engenharia ultrapassou a marca de 1.500 especialistas, que trabalham em parceria com os Estados Unidos no desenvolvimento de produtos, patentes, tecnologias e softwares, uma prova da capacidade do nosso país e do estado da Bahia em exportar inteligência.”

O presidente também explica que o Centro de Desenvolvimento e Tecnologia da Ford no Brasil se consolidou como um importante polo de inovação para a marca, sendo responsável pela criação, execução e coordenação de projetos de alta complexidade. Além do parque tecnológico da Bahia, a estrutura inclui o Campo de Provas de Tatuí, no interior paulista.

Competitividade
Daniel Justo destacou o momento de transformação vivido pela indústria automotiva, com a introdução de novas tecnologias e mudanças de hábitos dos consumidores, o que abre oportunidades para o aproveitamento da especialização e do conhecimento acumulado pelo time de engenharia da Ford na Bahia ao longo de mais de 20 anos.

“Fazer engenharia, pesquisa e desenvolvimento de tecnologia no Brasil é viável, e o Centro de Desenvolvimento da Ford na Bahia é um grande exemplo da nossa competitividade”, afirmou. “Nosso time está mostrando que é extremamente preparado, criativo e eficiente, competindo com os melhores no mundo. Essas características chamaram a atenção da Ford global e, por isso, ganhamos cada vez mais espaço em projetos que estão definindo o futuro da mobilidade.”

Além de parcerias com instituições como a Universidade Federal da Bahia e o Senai Cimatec, a Ford mantém programas de treinamento, palestras e workshops, para atração e desenvolvimento de talentos. A empresa promove ainda ações voltadas à comunidade, como o curso de desenvolvimento de software, criado em parceria com o Senai Cimatec, com 80 vagas gratuitas para pessoas de baixa renda, em uma área que tem registrado alta demanda e disputa por profissionais.

FONTEcorreio24horas.com.br
Artigo anteriorTSE apresentará sistema eleitoral e urna eletrônica a diplomatas estrangeiros na próxima terça
Próximo artigoFotos mostram como ficou Fusca após acidente que matou Jesse e Shurastey

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui