O Sistema Único de Saúde (SUS) em breve poderá indicar aos pacientes o uso do antiviral oral Paxlovid, medicamento para casos leves a moderados de Covid-19. Produzido pela farmacêutica Pfizer, será indicado para adultos imunocomprometidos ou idosos com mais de 65 anos para evitar o avanço da doença, o Ministério da Saúde.

A recomendação foi dada pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) na última quinta-feira, 5. O objetivo da indicação é prevenir internações, complicações e óbitos por Covid-19, pois o medicamento tem potencial para reduzir a evolução da doença para quadros graves.

Terá a indicação do uso do medicamento apenas pacientes com teste positivo e em um prazo de até cinco dias após o início dos sintomas.

O Ministério da Saúde terá um prazo de 180 dias após a publicação para ofertar a medicação na rede pública.

O Paxlovid recebeu autorização de uso emergencial da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia 30 de março e, por orientação da agência, não deve ser usado por mais de cinco dias e não é indicado para pacientes com insuficiência renal grave ou falha renal.

O remédio é capaz de reduzir os riscos de internação e morte em 89%. Pesquisas indicaram que o antiviral também é eficaz para a variante de preocupação ômicron. contou com participantes da Europa, África, Ásia e das Américas Norte e Sul, inclusive o Brasil, onde 29 centros de pesquisa participaram de um pacote de estudos com o antiviral.

FONTEatarde.com.br
Artigo anteriorHomem é preso em Euclides da Cunha por arrancar parte da orelha de ex-companheira com mordida
Próximo artigoInscrições para Enem 2022 começam nesta terça-feira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui