A Federação Russa de Futebol (RFU) está considerando deixar a Liga dos Campeões da UEFA para ingressar na Confederação Asiática. A iniciativa se dá em resposta às sanções que a entidade europeia impôs ao país, devido à guerra travada entre Ucrânia e Rússia.

“Acho que chegou a hora de pensar seriamente em uma mudança para a Confederação Asiática de Futebol”, afirmou Dmitry Pirog, vice-presidente do Comité de Desportos da Federação, em entrevista à televisão estatal russa Match TV.

De acordo com o representante russo, que já foi boxeador profissional, ainda não existe um prazo para que a Rússia saia de fato da confederação europeia e migre para a asiática. Também não foi informando quando as sanções impostas pela UEFA à seleção nacional devem terminar.

No entanto, a ideia positiva de mudança não é unânime no país. “Se formos à Ásia, nunca mais voltaríamos à Europa e seria a morte do futebol russo”, criticou Vyacheslav Koloskov, ex-presidente da Federação Russa.

Futebol feminino

A seleção feminina da Rússia também sofreu duras consequências impostas pela UEFA. Por conta da invasão à Ucrânia, o time segue fora da fase final da Euro 2022 e será substituído pela equipe portuguesa.

Além disso, a seleção foi proibida de jogar a etapa de qualificação europeia para a Copa do Mundo Feminina de 2023, prevista para acontecer entre os dias 20 de julho e 20 de agosto.

FONTEterrabrasilnoticias.com
Artigo anteriorDólar cai e mercados reagem à alta na inflação dos EUA
Próximo artigoCâmara dos Deputados aprova criação do piso salarial da enfermagem

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui