Após o aumento do número de casos de Covid-19 no estado, a Bahia terá uma redução de público em eventos. Atualmente, é permitida a presença de até 5 mil pessoas em eventos no estado.

A partir de agora, o limite máximo é de 3 mil pessoas com ocupação máxima de 50% dos ambientes. A medida vale para eventos, cinemas, teatros e qualquer outro espaço. Além disso, de acordo com o governador, a medida vale também para eventos esportivos em estádios.

Não haverá limitação para bares e restaurantes, mas haverá a cobrança do comprovante de vacinação. “Considerando que temos muita subnotificação, esse número de 4.440 ativos ainda está subnotificado. Essas medidas valem por 15 dias”, disse o governador.

“Passamos de 4 mil casos ativos. Em dezembro, esse número estava próximo de 2 mil. Por isso, precisamos estabelecer novos parâmetros e novas restrições. Vamos ter que restringir, pois os números dispararam e são 300 pessoas internadas em UTI. O Brasil vive um novo surto e vamos ter que dar um passo atrás”, anunciou durante um evento na manhã desta segunda-feira, na capital baiana.

Na última semana, o prefeito de Salvador Bruno Reis já havia comentado a possibilidade de novas medidas restritivas após o aumento do número de casos de contaminados na cidade.

“Caso seja necessário, teremos que adotar essas medidas, mas vamos aguardar os próximos dias para tomar uma decisão. Essa é uma decisão que cabe ao governo do estado, mas a prefeitura sempre que é consultada, vocês tem visto minha cautela”, disse.

O decreto estadual que estabelece essas normas será atualizado e terá uma nova versão publicada no Diário Oficial desta terça-feira (11). Segundo o governador, as mudanças são necessárias diante do crescimento acelerado de novos casos de Covid-19.

O aumento de casos de infectados com Covid-19 fez com que shows marcados para o início de janeiro, em Salvador, fossem cancelados ou adiados. Alguns eventos tiveram atrações modificadas após artistas testarem positivo para a doença.

Atualmente a Bahia, que não vai ter carnaval de rua em 2022, permite a realização de eventos com até 5 mil pessoas.

Entre o final de dezembro e o início deste ano alguns artistas como Xanddy (já recuperado), Caetano Veloso, Márcio Victor, Margareth Menezes, Durval Lelys e Tuca Fernandes testaram positivo para Covid-19.

FONTEg1.globo.com
Artigo anteriorIncêndio em prédio de Nova York mata ao menos 19, incluindo crianças
Próximo artigoDepois de 22 anos, oposição vence eleições na Venezuela

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui