Um casal foi preso em flagrante acusado de torturar a própria filha, de apenas sete meses, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Os dois foram levados de um hospital para a 78ª DP, no Fonseca, em Niterói (RJ), após os médicos desconfiarem do estado da criança que apresentava marcas e mordidas pelo corpo, e acionarem a polícia.

Segundo a polícia, a bebê tinha diversas fraturas, ferimentos provocados por unhas, mordida nas coxas e queimaduras semelhantes às produzidas por cigarro.

A perícia foi solicitada para averiguar o estado da menina e constatou leão corporal provocada por meio cruel e tortura contra a bebê.

De acordo com os agentes, os pais confessaram os maus-tratos “já há algum tempo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui