Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) e a Globo anunciaram nesta segunda-feira, 25, que entraram em um acordo e decidiram encerrar o processo que estava em andamento na Suíça em razão da rescisão do contrato de direitos de transmissão da Copa Libertadores da América de 2019 a 2022. A ação foi movida pela entidade sul-americana, que gostaria de um compensação financeira por perdas e danos pela quebra do vínculo contratual ocorrida no ano passado.

“O entendimento reforça o respeito que sempre pautou a parceria de longa data entre as instituições”, diz um comunicado publicado pelas duas partes. Com o entendimento, a Globo poderá entrar na disputa das negociações pelos direitos de transmissão da Libertadores de 2023 a 2026. Vale lembrar que a Conmebol, após ver o contrato com a emissora carioca ser rescindido, fechou com o SBT até o final do ano que vem. O bom relacionamento também fez com que a Copa América, disputada no Brasil na metade do ano, fosse transmitida pela empresa de comunicação gerenciada pelo empresário Silvio Santos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui