Um policial militar foi baleado durante o trabalho por volta do meio-dia deste domingo (16) em Arembepe, no Litoral Norte. O soldado Joedson dos Santos Andrade chegou a ser levado pelos colegas até a Unidade de Pronto Atendimento (Upa) de Arembepe, onde houve tentativa de reanimação, mas o policial perdeu muito sangue e não resistiu.

Segundo o major André Luis Teodósio, comandante da 59ª CIPM (Vila de Abrantes), o soldado fazia rondas na localidade Fonte das Águas, em Arembepe, quando foi alvejado na região do tórax. O projétil teria entrado próximo à axila, onde o colete a prova de balas não oferece proteção.

O local onde o crime aconteceu tem forte atuação do tráfico de drogas. Neste momento, a polícia está  realizando incursões em busca dos suspeitos. “Era um excelente policial. Tinha 11 anos na corporação”, lamentou o major André Luis. O soldado Joedson deixa esposa e um filho. Ainda não informações sobre o sepultamento.

De acordo com dados da PM, o soldado Joedson foi o oitavo militar morto este ao na Bahia e o segundo que morreu em serviço. Outros três foram assassinados quando estavam de folga e dois já estavam na reserva (espécie de aposentadoria dos militares).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui