Uma adolescente de 12 anos que planejava assassinar o próprio irmão e cometer uma chacina em uma escola de Bombinhas, no Litoral Norte de Santa Catarina, foi apreendida na manhã de sexta-feira (23). A apreensão aconteceu dentro do próprio colégio.

De acordo com a Polícia Civil, a suspeita chegou a levar uma facão para a escola onde estudava, mas não foi apreendida à época. Ela vinha sendo investigada nos últimos meses e chegou a ser monitorada pelo FBI, dos Estados Unidos, devido a diálogos com neonazistas.

Conforme as investigações, a adolescente compactuava com ideais nazistas e fazia o irmão mais novo passar por situações vexatórias. Além disso, fez uma live nas redes sociais maltratando um gato da família. Na oportunidade, ela chegou a arremessar o animal da sacada de onde mora. O felino sobreviveu e foi retirado do convívio familiar da menina.

A situação ganhou um novo capítulo após a Polícia Civil tomar conhecimento que a suspeita estaria mantendo conversas com neonazistas e planejando uma chacina em sua escola.

Diante dos fatos, as autoridades solicitaram a internação da jovem na quinta-feira (22). O pedido foi referendado pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e um mandado foi expedido pelo Poder Judiciário na sexta e uma equipe de policiais se deslocou até o colégio onde a adolescente estuda e efetuou sua apreensão.

A adolescente foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) e será conduzida ao Centro de Internação Feminino de Florianópolis.

FONTEpretonobranco.com.br
Artigo anteriorMulher morre ao colidir moto em caminhão, na BR 410, em Tucano-BA
Próximo artigoConheça 50 sobrenomes que apontam se você tem origem portuguesa; VEJA LISTA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui