Os equipamentos estão localizados nos municípios de Feira de Santana (5), Juazeiro (3), Jacobina (2), Ilhéus (4), Teixeira de Freitas (2), Barreiras (3), Alagoinhas (1), Vitória da Conquista (5) e na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (5), em Simões Filho, mas que atende toda a Região Metropolitana de Salvador (RMS).

De acordo com o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, “isso é fruto de planejamento. Licitamos 100 ultracongeladores para armazenar as vacinas de RNA e, inicialmente, foram distribuídos 30 para as nove macrorregiões de saúde, cada um com capacidade de 368 litros”, afirmou Vilas-Boas. Um documento oficial do Ministério da Saúde indica que a Pfizer entregará 1.000.350 doses a serem distribuídas a partir do mês de maio para as 27 unidades federadas, porém, há indicativo que só cheguem doses para as capitais.

Alérgicos devem ter cuidado com a “Pfizer”

Fábio-Vilas Boas, disse ainda nesta segunda-feira (3) que a vacina Pfizer, que chega hoje em Salvador, não é recomendável para pessoas com muitas alergias.“Deve ser objeto de cuidados, principalmente em relação à pessoas alérgicas. Tem apresentado em alguns casos reações até anafiláticas. Nos Estados Unidos foi utilizada inicialmente em ambiente hospitalar. Hoje a incidência é muito baixa. Mas não é recomendável pessoas com muitas alergias”, afirmou. Segundo Vilas-Boas, o intervalo da primeira para segunda dose da Pfizer é de um mês. Cerca de 27 mil doses vacinas da Pfizer chegarão na capital baiana às 9h45 desta segunda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui